[1]
“DA SOCIEDADE DE CONSUMO AO SUJEITO CONSUMIDO”, Rev Psi Divers Saúde, vol. 6, nº 3, p. 181–194, ago. 2017, doi: 10.17267/2317-3394rpds.v6i3.1440.