Perfil dos óbitos fetais em gestantes adolescentes no Acre no período de 2014 a 2016

Autores

  • Ruth Silva Lima da Costa Centro Universitário Uninorte
  • Joéden Zegarra da Silva Centro Universitário Uninorte
  • Eduarda Monteiro da Silva Kagy Centro Universitário Uninorte
  • Emeli do Nascimento Nery Centro Universitário Uninorte
  • Eder Ferreira de Arruda

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v9i1.2153

Palavras-chave:

Óbito Fetal. Mortalidade perinatal. Morte prematura. Gravidez na adolescência.

Resumo

OBJETIVO: analisar o perfil de óbitos fetais em gestantes adolescentes no Acre no período de 2014 a 2016. MÉTODO: Estudo transversal, retrospectivo e exploratório. A população do estudo foi composta por todos os casos de óbitos fetais ocorridos em adolescentes em Rio Branco – Acre e registrados entre 2014 a 2016 disponíveis no Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). RESULTADOS: Ocorreram 85 óbitos fetais, predominando: mães na faixa etária de 15 a 19 anos 78 (92,0%), com 4 a 7 anos de estudo 38 (44,7%) e duração da gestação de 28 a 31 semanas 20 (23,5%), correspondendo ao 7º mês de gravidez. A maioria das gestações era de fetos únicos 83 (97,6%), do sexo feminino 48 (57,0%), com peso fetal variando entre 1500g a 2499g 23 (27,1%), que foram a óbito antes do momento do parto 79 (93,0%), tendo como a principal causa de morte algumas afecções originadas no período perinatal 78 (92,0%). CONCLUSÃO: A maioria dos óbitos fetais ocorreu entre a 28ª e 36ª semana, em mães na faixa etária de 15 a 19 anos, com baixa escolaridade, mostrando assim a necessidade de estratégias para redução da gravidez na adolescência e aumento da cobertura de pré-natal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ruth Silva Lima da Costa, Centro Universitário Uninorte

Enfermeira, Graduada pela Universidade Federal do Acre (UFAC). Mestre em Ciências da Saúde também pela UFAC. Atua como Enfermeira na Secretaria de Estado de Saúde do Acre ( SESACRE), no cargo de Gerente da Unidade Técnica de Saúde e como Docente nos cursos de Medicina e Enfermagem da União Educacional do Norte ? UNINORTE. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Gestão e Planejamento em Saúde, Atenção Integral á Saúde da Mulher, Criança e Adolescente e Saúde Coletiva. É revisora de periódicos científicos na área de saúde coletiva. Atualmente tem se dedicado a pesquisa com potencial interesse em produtos derivados de plantas amazônicas com efeito curativo ou preventivo em doenças metabólicas e cicatrização de feridas.

Joéden Zegarra da Silva, Centro Universitário Uninorte

Enfermeiro graduado pelo Centro Universitário Uninorte

Eduarda Monteiro da Silva Kagy, Centro Universitário Uninorte

Enfermeira graduada pelo Centro Universitário Uninorte

Emeli do Nascimento Nery, Centro Universitário Uninorte

Enfermeira graduada pelo Centro Universitário Uninorte

Downloads

Publicado

2020-01-10

Como Citar

da Costa, R. S. L., da Silva, J. Z., Kagy, E. M. da S., Nery, E. do N., & Arruda, E. F. de. (2020). Perfil dos óbitos fetais em gestantes adolescentes no Acre no período de 2014 a 2016. Revista Enfermagem Contemporânea, 9(1), 9–15. https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v9i1.2153

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)