Health education on speech-language pathology and audiology in public schools

Authors

  • Wanderléia Quinhoneiro Blasca
  • Daniela Dias Gomide Universidade de São Paulo - USP
  • Izabel Cristina Rossi Landro
  • Maria Thereza Raab Forastieri Piccino Universidade de São Paulo - USP http://orcid.org/0000-0002-1912-0083
  • Luciana Paula Maximino

DOI:

https://doi.org/10.17267/2594-7907ijhe.v2i1.1924

Keywords:

Health Education, Community Development, Speech Therapy

Abstract

The present study analyzes data on the training of students from 9 public schools carried out by the Young Doctor Project. In this project, youngsters from Primary and Secondary Education are educated about different health topics and submitted to an evaluation tool to measure the program. This article sought to demonstrate the essential educational character of Health Education Programs in schools, after its mandatory as a transversal theme. Therefore, the analysis was limited to topics in the area of speech therapy and work developed in such a course in the city of Bauru.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

  • Wanderléia Quinhoneiro Blasca
    Fonoaudióloga (1987) pela Universidade do Sagrado Coração; Mestrado em Educação: Distúrbios da Comunicação - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994); Doutorado em Ciências - Distúrbios da Comunicação - Hospital de Reabilitação de Anomalias Crânio Faciais (2002) e Livre Docência pela Faculdade de Odontologia de Bauru ? Universidade de São Paulo (2012). Atualmente é Professora Associada do Departamento de Fonoaudiologia da FOB-USP na Graduação e Pós-Graduação. Membro do Grupo de Pesquisas em Audiologia do Centro de Pesquisas Audiológicas do HRAC ? USP e do Grupo de Pesquisa em Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro do Grupo de Trabalho (GT) de Telessaúde em Fonoaudiologia do Conselho Federal de Fonoaudiologia. Membro do Comitê Assessor do Programa Viver Sem Limites do Ministério da Saúde e Membro do Grupo de Avaliadores de Cursos de Graduação em Fonoaudiologia do Ministério da Educação. Atua nas Linhas de Pesquisa: Processos e Distúrbios da Audição e Telessaúde em Fonoaudiologia. VICE-PRESIDENTE da Comissão Gestora do Convênio SUS da FOB/USP. Membro da Comissão Interna de Acompanhamento de Convênios do HRAC ? USP. Coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Auditiva do HRAC ? USP ? Ministério da Educação; Coordenadora do Programa de Saúde Auditiva do Departamento de Fonoaudiologia ? Clinica de Fonoaudiologia - FOB/USP, credenciado junto ao Ministério da Saúde. Coordenadora do Projeto Jovem Doutor do Departamento de Fonoaudiologia da FOB-USP. Membro e Tutora do Grupo Dangerous Decibels Brasil. Tutota do PET - FONOAUDIOLOGIA do Departamento de Fonoaudiologia desde janeiro/2017. Bolsista pelo Ministério da Educação. Membro da Diretoria da Academia Brasileira de Audiologia, gestão 2017 a 2019.
  • Daniela Dias Gomide, Universidade de São Paulo - USP
    Possui graduação em comunicação social- habiltação jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestrado em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho . Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Rádio e Televisão, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura, política, análise audiovisual, sociedade e comunicação e linguagem. Atuou como docente no Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAC) onde desenvolveu projetos voltados para a educação de jovens. Atualmente é doutoranda na Universidade de São Paulo (USP), onde realiza pesquisas sobre educação de jovens e educomunicação em Telessaúde.
  • Izabel Cristina Rossi Landro
    Graduação em Letras Português Inglês pela Universidade do Sagrado Coração (2000), especialista em Marketing pela Universidade Paulista (2008) e Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade do Sagrado Coração (2010). Experiência como docente na Instituição de Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) em Bauru. Atualmente, cursa Doutorado USP Bauru.
  • Luciana Paula Maximino
    Fonoaudióloga (1994), egressa da Faculdade de Odontologia de Bauru-USP. Mestrado em Educação - Distúrbios da Comunicação pela PUC-SP (1998), doutorado em Ciências Biológicas, área de Genética Humana e Médica, pelo Instituto de Biociências da UNESP - Botucatu (2004) e Livre docência pela FOB-USP (2012). Atualmente é professora Associada do Departamento de Fonoaudiologia da USP exercendo atividades na graduação e pós-graduação. Na pós-graduação é docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru da USP e do Programa de Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP. Também é Pesquisadora Associada do Setor de Genética Clínica do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1d. Colaboradora do Consórcio internacional CAPES-FIPSE. Recebeu prêmios científicos e menções honrosas dentre os quais se destacam o Prêmio de Incentivo à pesquisa nas categorias Produtividade e Impacto (2012) concedido pela Pró-Reitora de Pesquisa da USP e o trabalho premiado na ASHA 2014 convention nos USA. Atua como parecerista das revistas CEFAC, CoDAS, Distúrbios da Comunicação e Telemedicine and e-Health. Consultora ad hoc do CNPQ, FAPESP, CAPES e FAPEAM. Atua nas linhas de Pesquisa Processos e Distúrbios da Linguagem, Prevenção e Genética e Telessáude.

Published

08/21/2018

Issue

Section

Original Articles

How to Cite

1.
Quinhoneiro Blasca W, Gomide DD, Rossi Landro IC, Raab Forastieri Piccino MT, Maximino LP. Health education on speech-language pathology and audiology in public schools. Intern J Educ H [Internet]. 2018 Aug. 21 [cited 2024 Jul. 25];2(1):53-65. Available from: https://journals.bahiana.edu.br/index.php/educacao/article/view/1924

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>