QUALIDADE DE VIDA APÓS SETE ANOS DO EVENTO CORONARIANO AGUDO

Autores

  • Cristiane Maria Carvalho Costa Dias Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Amanda Queiroz Lemos
  • Iana Verena Santana Albuquerque
  • Cristina Aires Brasil
  • Francisco Tiago Oliveira de Oliveira
  • Luciana Bilitário Macedo

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v5i2.582

Palavras-chave:

Qualidade de Vida, Síndrome Coronariana Aguda, Fatores de risco

Resumo

Introdução: A Síndrome Coronariana Aguda (SCA) é responsável por impacto físico e psicoemocional. É apontada como uma das principais síndromes que contribuem para o prejuízo da Qualidade de Vida (QV). Estudos comprovam que as modificações dos hábitos de vida, controle de fatores de risco e a prática de atividade física causam impacto na QV destes indivíduos, tornando-se ao longo dos anos um desfecho relevante. Objetivo: Verificar a QV de indivíduos após sete anos do Evento Coronariano Agudo. Metodologia: Trata- se de um estudo transversal, composto por indivíduos diagnosticados com SCA e internados no período de abril de 2006 a janeiro de 2007 na Unidade de Terapia Intensiva Cardíaca de um hospital privado em Salvador. Foi realizado entrevista e aplicado o questionário EuroQol 5D, por contato telefônico. Resultados: Foram coletados 30 participantes, com idade média de 66,9 ± 11,1 anos, predominantemente do sexo masculino 17 (56,7%). Houve variação de 0% a 100% no escore total do questionário EuroQol 5D, apresentando média de 68,2%.  Quanto aos domínios, em relação ao nível dois (problemas moderados) houve maior frequência dos domínios: Mobilidade 11 (36,7%), Dor/mal estar 13 (19,4%) e Ansiedade/depressão 12 (17,4%). Enquanto no nível três (problemas extremos) foi observado: Ansiedade/depressão seis (9%) e Dor/mal estar três (4,5%).  Conclusão: Conclui-se que há nesta população um impacto na qualidade de vida, principalmente nos domínios ansiedade/depressão e dor/mal estar após sete anos do evento agudo. A elevada taxa de fatores de risco pode estar associada a maiores escores nos domínios avaliados.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Cristiane Maria Carvalho Costa Dias, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

    Mestre e Doutoranda em Medicina e Saúde Humana

    Fisioterapeuta em Cardiologia ; Respiratória e  Intensivista

  • Amanda Queiroz Lemos
    Graduação em Fisioterapia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, Bahia, Brasil.
  • Iana Verena Santana Albuquerque
    Graduação em Fisioterapia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, Bahia, Brasil
  • Cristina Aires Brasil
    Graduação em Fisioterapia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, Bahia, Brasil.
  • Francisco Tiago Oliveira de Oliveira
    Fisioterapeuta especialista em Terapia Intensiva, Salvador, Bahia, Brasil.
  • Luciana Bilitário Macedo
    Mestre em Medicina e Sáude Humana pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, Bahia, Brasil

Downloads

Publicado

16.10.2015

Edição

Seção

Artigos Originais

Como Citar

1.
Carvalho Costa Dias CM, Queiroz Lemos A, Santana Albuquerque IV, Aires Brasil C, Oliveira de Oliveira FT, Bilitário Macedo L. QUALIDADE DE VIDA APÓS SETE ANOS DO EVENTO CORONARIANO AGUDO. Rev Pesq Fisio [Internet]. 16º de outubro de 2015 [citado 22º de maio de 2024];5(2). Disponível em: https://journals.bahiana.edu.br/index.php/fisioterapia/article/view/582

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>