AS PRÁTICAS ITINERANTES DE CUIDADO NO CONTEXTO DA SAÚDE MENTAL NO BRASIL

Autores

  • Emile Costa Santos
  • Fábio Giorgio Santos Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v5i1.851

Palavras-chave:

Práticas, Território, Saúde Mental, Cuidado

Resumo

O processo da Reforma Psiquiátrica no Brasil desencadeou mudanças nas formas de atenção em saúde mental. Foram criadas novas tecnologias de cuidado, buscando uma aproximação com o território de vida dos usuários. Este estudo tem como objetivo problematizar os alcances, as repercussões e as bases teórico-metodológicas das práticas de cuidado itinerantes em saúde mental desenvolvidas no Brasil, após a reforma psiquiátrica. O objetivo geral do estudo foi conhecer as práticas de cuidado itinerantes em saúde mental desenvolvidas no Brasil, após o início do processo de Reforma Psiquiátrica. Os objetivos específicos foram identificar as bases teórico-metodológicas das práticas itinerantes em saúde mental e investigar suas repercussões. Por meio de uma revisão de literatura, foi possível conhecer materiais publicados sobre a temática, identificando relações e limitações de práticas que tomam o território e o movimento como elementos para a construção de um cuidado singular. Foram utilizados livros e as bases de dados bibliográficos Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciência da Saúde (LILACS) e Scientific Electronic Library Online (SciELO). Os descritores escolhidos foram “práticas”; “território”; “saúde mental” e “cuidado”. Foram selecionados para o desenvolvimento do trabalho aqueles com correspondência ao tema “Práticas itinerantes em saúde mental”, segundo indicação do resumo ou palavras-chave, que estavam disponíveis em português, com período de publicação igual ou superior a 2009. Concluiu-se que as práticas de cuidado itinerantes teriam potencial de gerar transformações em todos os agentes envolvidos, contemplar grupos populacionais historicamente excluídos e garantir o território de vida como estratégia de promoção da saúde

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Emile Costa Santos
    Psicóloga pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.
  • Fábio Giorgio Santos Azevedo
    Psicólogo graduado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Especialista em Antropologia Visual (UFBA) e Mestre em Educação (UFBA). Professor nas universidades Católica do Salvador (UCSAL) e Salgado de Oliveira, e na Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP).

Downloads

Publicado

18.05.2016

Edição

Seção

Estudos Teóricos

Como Citar

AS PRÁTICAS ITINERANTES DE CUIDADO NO CONTEXTO DA SAÚDE MENTAL NO BRASIL. (2016). Revista Psicologia, Diversidade E Saúde, 5(1). https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v5i1.851

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)